01.03

2018

Palestra atualiza contadores sobre as novas obrigações acessórias do EFD-Reinf

Postado por

Profissionais e acadêmicos de Contabilidade participaram, nesta sexta-feira (23), de palestra realizada pela Academia Piauiense de Ciências Contábeis (APICICON) e o IPOG Cursos, em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade do Piauí (CRC-PI), sobre a Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, conhecida como EFD-Reinf.

Ministrada pelo consultor em legislação tributária e professor Danilo Lollio, a palestra abordou orientações com relação às obrigatoriedades surgidas com a EFD-Reinf e quais as repercussões no âmbito do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

“Essa obrigatoriedade vai falar sobre as notas fiscais de serviços, ou seja, as empresas prestadoras de serviço terão que, agora, prestar contas com o fisco. Ela vai, ainda, substituir uma obrigação acessória que, hoje, o contribuinte entrega uma vez por ano, que é a DIRF”, explica Danilo Lollio.

Segundo o diretor da APICICON, José Corsino, a atualização é importante para que o profissional e o acadêmico estejam preparados. “Hoje estamos trazendo o Danilo, que é uma referência nacional nesse tema com mais um bloco do Sped, para esclarecer quais as novidades com essa mais nova obrigação acessória para os contadores. O interesse é transmitir esse conhecimento, sendo esse o papel da APICICON: colaborar com a sua disseminação”, afirma.

O vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí (CRC-PI), Carlos Lustosa, ressalta a atuação do CRC na qualificação contábil. “Visto que estamos num ano de mudanças, onde estarão entrando em ação alguns novos procedimentos de obrigações acessórias, nós entendemos que as ações de qualificação profissional são preponderantes para o desenvolvimento da classe. O CRC, juntamente com a APICICON, estarão sempre desenvolvendo ações que venham a somar ao conhecimento dos contadores e em benefício da sociedade, pois em substituição ao valor de inscrição, as latas de leite arrecadadas serão destinadas a instituições sociais”, frisa.

Danilo Lollio enfatiza, ainda, que “deve ser tomado muito cuidado, porque as informações serão cruzadas de forma automática. E o prazo foi dividido igual ao eSocial da seguinte forma: maio/2018, para os contribuintes do primeiro grupo; novembro/2018, para os contribuintes de segundo grupo e maio/2019, para os contribuintes do terceiro grupo”.

Fonte: CRC-PI

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter