28.11

2013

Investimento social corporativo brasileiro é tema de pesquisa do CECP

Postado por

No dia 19 de novembro, em Nova Iorque (EUA), foi publicado o resultado da pesquisa Giving around the globe, que conta com um caderno especial sobre o investimento social corporativo brasileiro comparado a dados globais. A referida pesquisa utiliza os mesmos critérios de orientação do Global Guide, lançado em junho de 2012.

Ambas as pesquisas tratam sobre investimento social corporativo no mundo e são de responsabilidade do CECP. Trata-se de uma organização norte-americana que reúne e articula, em âmbito global, executivos de grandes corporações, para discutirem questões relacionadas ao investimento social corporativo.

A análise elaborada pela Giving around the globe foi exclusiva para empresas e teve como foco três questões: investimento social total, investimento social por país e tendências sobre doações para o governo e financiamento de empreendedores sociais. Esses dados, coletados anualmente junto a grandes empresas públicas e privadas, apontam tendências do investimento social por indústria e contribuem para análises comparativas e que aludem à importância da sustentabilidade empresarial.

No caso da participação brasileira na pesquisa, o CECP contou com acolaboração das empresas BRF, Gerdau, Grupo O Boticário, Grupo Votorantim, Odebrecht, Oi e Vale, tendo sido esta a primeira vez que o país participa nessa iniciativa. Esta foi possível graças ao esforço das organizações Comunitas e GIFE, que acompanharam todo o processo.

“Durante a pesquisa, foi destaque o papel das fundações e dos institutos que, no Brasil, são muito fortes e, muitas vezes, ativos tanto no dia-a-dia das empresas como na tomada de decisões. Além disso, a doação internacional é menor no caso das empresas brasileiras e isso pode estar relacionado à mudança do incentivo fiscal para investimentos fora do país”, revelou Carmen Perez, coordenadora do CECP nesta iniciativa.

Já no contexto mundial, dentre os resultados apresentados no relatório Giving around the globe, está o fato de que as empresas tendem a favorecer os países vizinhos e os mercados emergentes ao investir em localidades estrangeiras. Além disso, também foi percebido que, enquanto as empresas estão expandindo seus mercados em nível internacional, simultaneamente, deslocam sua atenção para investir em soluções relativas aos problemas comunitários.

Outro dado apresentado na pesquisa diz respeito às empresas latino-americanas que, segundo o relatório, doaram mais dinheiro a fundações do que as empresas que não estão na América Latina.

A partir do próximo ano, o CECP espera incluir mais empresas na amostra, a fim de garantir resultados ainda mais robustos. Ressalta-se que as descobertas do CECP são destinadas a atender empresas e ajudá-las a fazer os seus programas de investimento social corporativo de forma estratégica.

Para participar da pesquisa em 2014, entre em contato com Carmen Perez, através do e-mail [email protected].

Você pode fazer o download da pesquisa completa (em inglês) por meio do link abaixo:http://cecp.co/download/pdfs/global/CECP_GivingAroundtheGlobe_2013_FINAL_Web.pdf

Fonte: GIFE

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter